sábado, 16 de agosto de 2008

Da raia 8 para a glória


Após a semi-final dos 100m livre, "Cesão" deu uma entrevista para Regis Rosing, na Sportv, chateado com seu desempenho e lamentando a eliminação
da final.

Cinco minutos depois, veio a confirmação de sua classificação, com o oitavo tempo.

Na raia 8, veio a medalha de bronze.

O pessimismo virou confiança. Era o que ele precisava para disputar a prova em que ele estava mais focado, os 50m livre.

O resultado foram dois recordes olímpicos quebrados antes da final.

16 de agosto de 2008, no Cubo d'Água, em Pequim. Hora e local do maior momento da história da natação brasileira.

21s30.

Esse foi o tempo (terceira quebra de recorde olímpico) necessário para Cesar Cielo Filho conquistar a tão sonhada medalha de ouro, que foi almejada por monstros como Ricardo Prado e Gustavo Borges.

Aí foi só deixar as lágrimas rolarem, o hino tocar, os protocolos serem quebrados.

"Cesão" ainda não tem idéia de seu feito.

Mas a certeza imediata é de que as escolinhas de natação pelo Brasil ficarão mais lotadas.

2 comentários:

bonodavi disse...

Nossa isso foi demais, me surpreendeu, já estava desanimado com o Vôlei e a Ginástica Olímpica! E agora me animei novamente

Imira disse...

Techima, como você escreve bem, rapaz!